27/11/2014 - 15:53 - Atualizado em 27/11/2014 - 16:10

VI SIMPÓSIO DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

O Simpósio trouxe discussões sobre patentes, propriedade intelectual e inovação

Por Sabrina Tomaz

De 17 a 21 de novembro aconteceu no campus Santa Mônica da UFU (Universidade Federal de Uberlândia) o 6º Simpósio de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico. O evento foi promovido pelo CIAEM e Agência Intelecto, órgão ligado à PROPP (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação) da Universidade. Durante a semana, o Simpósio trouxe estudantes, cientistas, empreendedores e empresários para analisarem as políticas de inovação como um instrumento para a interação entre universidade e mercado.

No dia 17 de novembro aconteceu a abertura oficial do Integra UFU e no dia 18 de novembro a apresentação de pôsteres do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/UFU. 

Na noite do dia 19 os presentes assistiram à palestra “Boas práticas em Propriedade Intelectual”, ministrada por Elza Fernandes. A assessora adjunta de inovação da FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas) comentou um pouco sobre o universo que envolve a propriedade intelectual, além de explicar quais fatores classificam uma ideia como sendo inovadora e a importância de patenteá-las.

Ainda na conferência de abertura, aconteceu o lançamento do livro “Propriedade Intelectual na UFU”, das autoras Erika Santana, Fabiana Grandeaux, Larissa Macêdo e Letícia Guimarães. As escritoras idealizaram e produziram o livro durante suas atividades na Agência Intelecto. Para encerrar a noite os convidados tiveram o prazer de ouvir a apresentação musical de Arnaldo Terra, Juliana Delfino e Helton Oliveira.

 

Legislação e Empreendedorismo

As atividades do dia 20 se iniciaram com a palestra “Inovação, Propriedade Intelectual e Processo Licitatório: uma conciliação possível?”. Pedro Marcos Barbosa, professor do Instituto de Direito da PUC-RJ, chamou a atenção dos presentes para o verdadeiro conhecimento sobre a legislação que envolve a questão da Propriedade Intelectual.

Durante a parte da tarde aconteceram três oficinas do Simpósio. Em uma delas, o advogado Pedro Marcos Barbosa deu prosseguimento a temática abordada em sua palestra pela manhã. Já Elimar Vasconcellos ministrou uma oficina que fez os participantes saírem da sua zona de conforto. O Gerente de Projetos da Wylinka, organização sem fins lucrativos que busca apoiar as instituições de ensino e pesquisa em sua missão inovadora e empreendedora, fez os presentes usarem cartolinas, canetas e papéis colantes para entenderem melhor sobre “Startup Business - Incubadora X Aceleradora”. Para finalizar a tarde, Henry Suzuki, Sócio-Diretor da Axonal Consultoria Tecnológica, falou sobre “Gestão da Propriedade Intelectual para empresários – Foco em patentes e informações tecnológicas”. Entre os diversos pontos apresentados, ele abordou um pouco sobre o olhar empresarial envolvido com a inovação.

À noite, o Simpósio teve o olhar voltado para os novos negócios com o CIAEMpreenda. Fabiano Alves do SEBRAE, Natália Ferreira do CENTEV (Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa), Elimar Vasconcellos da Wyllinka, Rita Meirelles do CIAEM (Centro de Incubação de Atividades Empreendedoras) da UFU e Bruno Gregório da Minas Strartup mostraram as diferentes formas que suas respectivas instituições auxiliam no empreendedorismo e na inovação. Durante o evento também aconteceu o lançamento do edital para a seleção pública de projetos de base tecnológica para o VI Programa de Prospecção de Novos Negócios do CIAEM. O encerramento da noite contou com um coquetel ao som de músicas da MPB cantadas por Lucas Tech.

 

NIT’s e Patentes

            Com a presença de Rodrigo Gava, coordenador do NIT (Núcleo de Inovação Tecnológica) da UFV (Universidade Federal de Lavras), Ricardo Pereira, coordenador do NIT da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), e Mônica Lanza do NIT do IFS (Instituto Federal de Sergipe), os participantes da mesa redonda do último dia do Simpósio conheceram mais sobre cada um dos núcleos e alguns dos seus casos de sucesso. Logo após a mesa, aconteceu o painel “Desafios das empresas e das ICT’s para o desenvolvimento da Inovação”. Henry Suzuki, Sócio-Diretor da Axonal Consultoria Tecnológica, José Mauro Floriano, assessor corporativo de inovação da Algar S/A, e Alice Stella Gomes, gerente de contas na área de Propriedade Intelectual da Thomson Reuters falaram sobre inovação e patentes trazendo o olhar principalmente para o mercado.

            A tarde do dia 21 trouxe as duas últimas oficinas do evento. Débora Carina Tonoli, especialista do CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) esclareceu dúvidas sobre a propriedade intelectual e tentou desmistificar a questão das patentes. Em sua oficina, Ricardo Horiuchi falou sobre prospecção tecnológica. O Especialista em Soluções na Thomson Reuters, empresa líder mundial em fornecimento de informação para empresas e profissionais, abordou a importância da inovação no mercado mundial e a necessidade de resguardar a propriedade intelectual.

            Os interessados em acompanhar mais detalhes sobre o que aconteceu durante o 6º Simpósio de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico podem acessar o site www.inovacao.ufu.br.

Veja as postagens recentes

Podem participar estudantes, pesquisadores e empresários com ideias inovadoras; inscrições até 11/02
Ciaem atua incentivando a criação e o desenvolvimento de novos negócios
20ª Edição Café com Inovação
Inscrições de 13/08 à 30/08/2021